27

set
2018

Descubra: Cachoeira do Meu Deus

Escrito por:Gabriel Vianna/ 117 0
Compartilhe:

Fique por dentro

Não nos perca de vista!! 

Programação e dicas de

viagem direto no seu email

Partimos em direção ao sul do estado de São Paulo, em busca da eleita como a mais bela cachoeira do estado. Enfrentamos uma viagem de  4:30h saindo de São Paulo durante a noite e chegamos na cidade de Eldorado, bem perto da entrada principal do Núcleo Caverna do diabo. A luz do dia foi preenchendo a paisagem, deixando tudo verde em meio às bananeiras e o belo rio Ribeira de Iguape, surgiu na tranquila estrada que liga Eldorado à Iporanga uma placa que passa quase despercebida, indicando a entrada da trilha da tão sonhada cachoeira.

A região é um polo turístico incrível, contando com o Núcleo Caverna do diabo, que além da maior caverna do estado, possui a Cachoeira do Araçá e a trilha do Mirante do Governador. E ainda é uma grande oportunidade para conhecer as comunidades Quilombolas à beira do Rio Ribeira. Seguindo mais à frente em Iporanga, encontra-se a imponência do PETAR – Parque Turístico do Alto Ribeira e seus vários núcleos, com diferentes tipos de atividades, de trilhas à boia-cross.

Conheça de perto!

Venha com a Arterra Turismo

Foto: Guilherme Soares

Dois caminhos

Para chegar na Cachoeira é preciso adotar um dos caminhos: um de nível médio, que dura 1:30h e é mais tranquilo, seguindo por uma estrada de terra e depois por trilha e outro mais difícil, que adentra à mata atlântica por 5h, passando por várias quedas d’água até chegar na Cachoeira do Meu Deus.

O caminho mais curto

Caso prefira preencher o restante do dia com outra atividade como conhecer a Caverna do Diabo ou a comunidade Quilombola, ou o condicionamento físico não está lá aquelas coisas, esse é o caminho ideal: vai gastar menos tempo para chegar e terá um bom tempo para aproveitar o mergulho nos poços da cachoeira. Chegando em uma propriedade particular, deixamos o veículo no estacionamento e partimos para subir a estada de terra, rapidamente a vista do rio Ribeira surpreende, ficando cada vez mais distante e tomando a forma de uma pintura em meio às montanhas. Segue pela estrada por boa parte do caminho até uma clareira, e é ali que vamos entrando pela mata por trilha, cruzando o rio, passando em trechos com água ora no tornozelo, ora no joelho. A água gelada vem na hora certa para refrescar depois da caminhada e nesses trechos de cruzamento é possível até ir descalço, pois o leito do rio é de areia e tem poucas pedras, no restante da trilha toda é sempre necessário ir com tênis ou bota de caminhada, para não sair escorregando pelas pedras e lama.

Foto: Guilherme Soares

Logo é possível ver alguns poços para banho, formados por quedas menores durante o caminho. O azul turquesa e o verde esmeralda vão deixando os poços mais profundos, com mais charme e nos deixando com mais vontade de mergulhar. Nesse trecho é necessária a ajuda das mãos para transpor alguns obstáculos e em breve em nossa frente, a imponente cachoeira do Meu Deus deixa cair suas águas como véu, a cada vez que vamos chegando mais perto, vamos ficando mais molhados, com uma ducha natural ao sabor do vento.

Foto: Guilherme Soares

O caminho com “emoção”: Trilha do Vale das Ostras

Esse caminho é muito especial, se você tirou o dia para tomar banho de cachoeira sem nenhuma outra atividade, esse é o caminho mais interessante. Nessa trilha, o acompanhamento de guias locais é indispensável e proibida a entrada sem eles. Diferente do caminho mais curto, essa trilha começa um pouco mais à frente e a placa de indicação é um pouco mais aparente, ainda assim, continua sendo antes da entrada do Núcleo Caverna do diabo. Este roteiro nos proporciona conhecer 12 cachoeiras por quase 7km percorridos ao todo, entre elas a cachoeira do Engano, da Meia-Volta, a Escondida, o Salto Triplo, a cachoeira do Funil, do Palmito e do Papo, o Poço Verde e o Poço Azul e a bela Meu Deus.

Foto: Guilherme Soares

A Cachoeira do Meu Deus

Com 53 metros de queda livre, como um véu, as águas vão preenchendo diversos poços e quedas que seguem o Rio das Ostras.  Foi eleita pelos telespectadores do programa Antena Paulista, da TV Globo, a mais bonita do estado de São Paulo. O Antena Paulista, apresentado pelo jornalista Carlos Tramontina, realizou uma série de reportagens sobre as cachoeiras do estado, apresentando quedas em sete municípios. Depois, lançou, na internet um concurso para eleger a mais bonita e a Cachoeira do Meu Deus foi eleita com 73% dos votos. Possui um poço para banho bem no pé da queda de pouca profundidade, sendo possível fazer uma “massagem” natural com as águas. O local possui acesso mesmo para quem não sabe nadar e uma passagem atrás da queda leva a uma gruta secreta (realizada somente com guia local equipado com cordas).

Foto: Guilherme Soares

Cachoeira do Meu Deus

Rod. Benedito Pascoal de França s/n° – Antes da Entrada do Núcleo Caverna do diabo.

Propriedade particular. Entrada entre R$ 10 e R$ 30 por pessoa + guia local.

Siga pela Régis Bittencourt até a cidade de Jacupiranga, pegue a saída para Eldorado, no centro urbano pegue a saída para a Rod. Benedito Pascoal de França e siga as placas.

Tour dia 16/03

Um tour de um dia visitando a Cachoeira do Meu Deus e a maior caverna de SP: a caverna do diabo

Incluso:

Transporte Executivo, 

Guias de Turismo,

Seguro Viagem

Entradas para a Caverna,

Entrada na Cachoeira,

Fotografia durante o passeio.

Gostou? Conheça todos os detalhes desse tour imediatamente de forma automática 24h por dia:

POR WHATSAPP:

Clique no botão abaixo e envie a mensagem pré-programada sem fazer alterações.

Receberá todos os detalhes do tour em segundos.

POR EMAIL

Insira seu nome, celular e email e será direcionado para a página do passeio com detalhes completos e fotos.

Receberá também os detalhes por email em instantes.

Deixe seu comentário

Please enter comment.
Digite seu nome
Please enter your email address.
Please enter a valid email address.