Categoria: Viajarte

Como viajar todo mês gastando pouco

Escrito por:Carla Cocenza/ 24 0
Compartilhe:

Um dos sonhos que as pessoas mais comentam é o de querer viajar sempre. “Ah, se eu tivesse dinheiro, viveria viajando, nunca mais me veriam”.

Mas quem disse que é preciso ser milionário para viajar frequentemente?

Compartilhe:

Um dos sonhos que as pessoas mais comentam é o de querer viajar sempre. “Ah, se eu tivesse dinheiro, viveria viajando, nunca mais me veriam”.

Mas quem disse que é preciso ser milionário para viajar frequentemente?

Acabamos engolidos em nossa rotina e acabamos deixando as viagens para os feriados, às vezes apenas para as férias e nos esquecemos, ou não sabemos, que é possível viajar frequentemente sem atrapalhar a planilha financeira.

Sem contar que viajar pelo menos uma vez ao mês, já melhora o nosso astral e nos faz trabalhar bem humorados e até aumentar nossa renda.

Foto: Carla Cocenza

Então, como é possível?

Se você nunca ouviu falar, existe um mercado no turismo de “Passeios de um dia”, também chamados de “Day Use” ou “Bate-volta”. São agências que pesquisam lugares próximos e organizam o transporte e os passeios.

A nossa agência, Arterra Turismo + Arte, se especializou neste seguimento. Você não precisa se preocupar em dirigir, lugar para estacionar ou ficar procurando os passeios no local. Tudo já está pensado para você ter a melhor experiência.

Foto: Guilherme Soares

Os passeios são feitos em grupos e com um guia que explica sobre o local e dá dicas sobre o que fazer no horário livre.

A questão da segurança é primordial e contamos com empresas de transporte com seguro viagem e reposição de veículo e guias treinados para diversas situações.

Além da folga da rotina, é interessante como uma “degustação” do local. Muitos viajantes acabam voltando depois para passar mais tempo na cidade.

Foto: Guilherme Soares

Um passeio com a Arterra  fica, aproximadamente, com um valor 30% mais baixo do que se a pessoa fosse por conta.

Além de se divertir, conhecer novas pessoas e locais que nem imaginava existirem, você economiza para uma viagem maior que queira fazer.

Custo-benefício, praticidade e segurança.

Adventure Sports Fair 2018

Escrito por:Gabriel Vianna/ 25 0
Compartilhe:

Um dos eventos mais bacanas de aventura na cidade está de volta para a 19ª edição em 2018 neste fim de semana do dia 19 a 21 de outubro e reúne marcas, destinos, agências e aventureiros de toda a América Latina no São Paulo Expo no km 1,5 da Rodovia dos Imigrantes. Desde 1999 vem atraindo cada vez mais adeptos de fãs de atividades com uma boa dose de adrenalina e para aqueles que querem conhecer mais e iniciar nesse território de muita emoção.

 

 

Como funciona a feira?

Produtos: Os consumidores têm a chance de conhecer e testar os lançamentos de produtos, equipamentos, vestuário, calçados e acessórios para os esportes de aventura.

Destinos: Neste setor, o visitante tem acesso à itinerários tradicionais e exclusivos, com destino para viagens de aventura e ecoturismo. A exposição conta com a participação de vários estados brasileiros e dos principais roteiros internacionais.

Atrações: O ponto forte do evento é permitir a primeira experiência para os novatos e a maior interatividade do público com os esportes de aventura. Os visitantes podem vivenciar diferentes modalidades, como: snowboard, esqui, mergulho, arvorismo, escalada, caiaque, stand-up paddle, skate, slackline e highline, ciclismo e ainda realizar test drives com veículos off road (carros e motos).

Conteúdo: Palestras e oficinas para quem busca especialização ou quer aprender algo a mais sobre viagens, expedições, destinos, modalidades esportivas e tudo o que se refere ao mundo da aventura.

O que vou aproveitar?

 

Arvorismo
Você gosta de adrenalina? Então teste o seu equilíbrio e experimente o circuito de arvorismo que a Adventure preparou para você. Só não vale ter medo de altura!

 

Parede de Escalada
Você é daqueles que tem concentração, paciência, equilíbrio e resistência? Então venha se aventurar na nossa parede de escalada. Com o suporte dos condutores treinados, você poderá superar seus limites e chegar ao topo da parede de 7,5m altura!

 

Pista de Snowboard & Ski
Já pensou em esquiar no Brasil, em São Paulo? Se você deseja ter o primeiro contato com o esporte ou aperfeiçoar movimentos já praticados, este é o lugar ideal! Aqui você escolhe descer como quiser pelos 35m da pista! De pé ou sentado, sozinho ou acompanhado. Mas claro, sempre com a orientação dos nossos profissionais! 

 

Tanque de Mergulho
Uma das atrações preferidas do nosso público é o tanque de mergulho! Com 32 mil litros de água aquecida e tratada com ozônio, você poderá ter a sua experiência com cilindro debaixo d’água. Se você não tem certeza como utilizar esse equipamento, não se preocupe. Os nossos instrutores vão mostrar alguns vídeos e te dar toda a explicação que você precisa. A atividade dura em torno de 15 a 20 minutos e não é necessário trazer toalha ou troca de roupa.*

*Esta atração poderá ser praticada por crianças acima de 8 anos. Respeitando as normas de segurança, os pequenos de 8 a 10 anos poderão participar, mas com um responsável e apenas na superfície.

 

Piscina de Remada (stand-up paddle e caiaque)
Os esportes aquáticos também terão presença na 18ª Adventure Sports Fair. Você poderá testar o seu equilíbrio e agilidade ao experimentar as experiências com caiaque e stand-up paddle em nosso tanque de 90m³, com destaque para a disponibilidade de uma prancha transparente da CR Acrílicos, que reproduz a sensação de ver o fundo do mar durante a atividade.*

*Cuidado para não se molhar! Para esta atividade, a ASF disponibiliza toalhas para quem precisar.

Simulador de Surf!
Atração indoor, inédita em feiras, fará a alegria de surfistas, skatistas, wakeboarders e snowboarders. Este ano, além das tradicionais atrações, a Adventure contará com uma super novidade: o simulador de onda em lâmina d’água, um equipamento que permite o surf indoor. Trata-se de um equipamento que movimenta a água em sentido contrário ao esportista a até 36km por hora e permite a sensação de estar surfando em uma onda de verdade! Wakers, skatistas e snowboarders vão adorar. Para quem nunca tentou a atividade, vale a pena se aventurar!

Lembre-se de trazer uma troca de roupa e vir de bermuda e camiseta!

 

Queda Livre
Esse ano tem muita emoção! Quer curtir aquela sensação de frio na barriga? Então aproveite a nossa atração de queda livre operada com o equipamento quickJump, a nova opção da feira que proporciona uma sensação real de queda livre, seguida de desaceleração e aterrissagem controlada.

 

IMPORTANTE: As atrações são gratuitas mediante a compra do ingresso.

 

Dia 19/10 – 12h às 20h / Dias 20 e 21/10 – 10h às 20h

19 a 21 de Outubro

São Paulo Expo – Pavilhão 05 (área interna e externa)

Rod. dos Imigrantes, KM 1,5

São Paulo / São Paulo

 

Ingressos: http://adventurefair.com.br/

Hiking, Trekking, Tour, qual sua forma de viajar?

Escrito por:Gabriel Vianna/ 47 0
Compartilhe:

Eu Amo Viajar! Independentemente do tipo de viagem, sou um curioso e por isso adoro turismo cultural, conteúdo histórico e história da arte, tudo fica mais interessante com um contexto, não dispenso um super hotel em uma área urbana com vista para o principal ponto turístico da cidade, mas não posso ficar sem a Joana Maria, a minha barraca de camping na mata. Eu simplesmente me adapto ao tipo de viagem e gosto disso, tem semanas que saio para fazer backpacking, outros dias para uma excursão ou um tour, às vezes dependendo do grupo até uma trip, por que não?

 

 

Eu pratico vários tipos de caminhadas desde a minha adolescência e não imagino minha vida sem uma boa trilha pelo menos uma vez por mês, e como tudo na vida, quanto mais se pratica, mais conhecimento se adquire e mais pessoas se conhece. Caminho com muitos grupos diferentes na natureza na minha vida pessoal e no meu trabalho, e é nítida a diferença de perfis entre esses grupos, uns querem andar devagar e ver detalhes despercebidos pela maioria, outros já jogam a frase “mete marcha!!” se distanciando do grupo com a adrenalina de uma caminhada rápida de impacto, outros amam tirar fotos e o mais engraçado é quando esses grupos se encontram, é uma aventura! O que eu sei é que cada um procura uma conexão diferente com a natureza, e respeitando o ambiente e aos outros, não há forma errada de ser feliz na mata, e por esses anos e muitos km percorridos, coloco aqui as diferenças técnicas entre vários tipos de formas de curtir a vida viajando um monte:

Viagens pela Natureza

Hiking

A confusão entre Hiking e Trekking vai além da quantidade certa de “k’s”. O Hiking é uma caminhada com a duração de um dia ou menos, independente do seu nível de dificuldade (para saber mais sobre níveis de trilha clique aqui) seguem algumas características básicas para não confundir:

  • Caminhada de curta a média distância em meio a natureza
  • Normalmente tem trilhas demarcadas
  • Mochilas de ataque são mais utilizadas, são menores em torno de 35l
  • Sem pernoite, caminhada com retorno no mesmo dia

Exemplos: Trilha da Pedra Grande em Atibaia-SP, Estrada Velha de Santos em São Paulo.

 

 

 

Trekking

Essa prática já exige mais conhecimentos pois o trekking necessariamente dura mais de um dia com pernoite em local sem estrutura, assim a quantidade de instrumentos e peso a serem levados aumentam, a necessidade de levar comida, fogareiro, saco de dormir, isolante térmico e barraca são imprescindíveis para a atividade.algumas características básicas:

  • Caminhadas e travessias de longa distância;
  • Trilhas demarcadas ou não;
  • Mochilas cargueiras de 50 litros ou mais;
  • Com pernoite em local sem  estrutura, em meio a natureza.

Exemplos: Travessia Petrópolis Teresópolis no estado do Rio de Janeiro, Pico do Corcovado em Ubatuba-SP, Ponta da Joatinga em Paraty-RJ.

 

 

 

Camping

Bateu aquela vontade de ir para a praia, ou ir para o campo aproveitar alguns dias de descanso e quer economizar, o camping ou acampamento é a prática que vai te ajudar salvar. O camping tradicional conta com um ponto de apoio onde sua barraca vai ficar e costuma contar com estrutura de banheiros e chuveiro sem glamour, mas com economia.

Exemplo: Camping do Parque das Neblinas em Mogi das Cruzes.

 

 

 

Camping selvagem

Esse é um dos meus preferidos, o acampamento selvagem é aquele em que você vai para um local na natureza, que não necessariamente necessite de dias para chegar e fica em conexão pura com o ambiente, sem estruturas nem banheiros, somente a natureza e você.

Exemplo: Acampar no Pico do Lopo em Extrema-MG.

Resultado de imagem para camping

 

 

Viagens Urbanas

Excursão: ou Exkursion do alemão, proposto pelo escritor alemão Philipp von Zesen para designar uma viagem com fins de estudo ou pesquisa de campo, ou uma viagem com algum fim específico, seja cultural, educativo etc. Na prática pelo Brasil, esse conceito é diferente, normalmente uma excursão costuma ser um transporte de pessoas para feiras e festas ou pontos de interesse de compras ou lazer fora da cidade do grupo que está visitando, sem muita informação com intuito de explorar o local de interesse por si, sem muitos roteiros ou programações. Normalmente libera-se o grupo pela manhã e marca-se um ponto para retornar à tarde ou a noite. É mais comum a excursão de um dia com transporte rodoviário, ainda assim, uma excursão pode ser de mais de um dia, repetindo esse processo com a contratação não só do transporte, mas de hospedagem também. A maioria das vezes não conta com guia de turismo acompanhando o grupo, somente um organizador.

Exemplos: Expoflora em Holambra, Festival do Morango de Atibaia, Basílica NS Aparecida em Aparecida do Norte…

 

 

City Tour

Um tour com transporte e com guia de turismo mostrando os atrativos de uma cidade ou região com duração de algumas horas.

Exemplo: City tour por São Paulo passando no centro histórico, Av Paulista e Ibirapuera.

 

Resultado de imagem para ônibus turismo sp

 

Walking Tour

Com um guia de turismo um passeio pela cidade a pé com duração de uma ou mais horas. Exemplo: Caminhada de Street Art pela Vila Madalena.

Para os dois: Viagens na Natureza e Urbanas

Tour

É parecido com a excursão, mas a diferença é que necessariamente possui um guia de turismo e o foco é uma viagem com mais conteúdo, serve tanto para tours urbanos quanto na natureza, uma vez que no ato da caminhada, o instrutor ou guia vai ressaltando fatos daquele ambiente, fauna, flora e comportamento da comunidade local.

Exemplos: Tour em Campos do Jordão (parando e conhecendo a história e costumes da região), Tour na Mata Atlântica (conhecendo os tipos de animais e vegetação característica desse bioma)

 

 

 

Backpacking

Outro que amo: o famoso “Mochilão”. Sim, esse é aquele meio sem planejamento, viajando com mochila nas costas, na maioria das vezes se hospedando em hostel para conhecer mais pessoas, e o destino da viagem pode ir sendo traçado durante a jornada, sem muitas reservas prévias e com muitas emoções e histórias para contar depois.

 

 

Trip

Essa é a escolha de quem pretende algo mais informal. Trip do inglês significa viagem mas por aqui tomou um significado de uma viagem entre amigos, costuma não ter guia de turismo e o foco não costuma ser informação, mas diversão. Alguns grupos vendem as trips pela internet para ajudar a financiar o evento, costumam ser valores bem em conta e em grande parte das vezes costumam não ter fins lucrativos.

 

 

Viagem Tradicional

Aquele indispensável quando você está com seu parceiro e quer mais privacidade e evitar os perrengues, costuma se contratar agências especializadas com pacotes de viagem ou previamente já planeja um hotel, city tours ou excursões no destino.

Exemplos: Cruzeiros, pacotes com agente de viagens ou pela internet.